VISUALIZAÇÕES

15 agosto 2016

Li e recomendo: "Um gato de rua chamado Bob", de James Bowen.



SINOPSE

Sucesso no exterior, "Um gato de rua chamado Bob" ficou 52 semanas consecutivas na lista dos mais vendidos na Inglaterra e já teve seus direitos de publicação vendidos para mais de 26 países e na semana de lançamento no Brasil, já subiu para a lista dos livros mais vendidos. Em 2012, a história de James Bowen e do gato Bob foi destaque na mídia nacional como exemplo de superação e amizade entre os dois.

Conheça um pouco da história de "Um Gato de rua chamado Bob":

É uma tarde de outono em Covent Garden, Londres. Trabalhadores correm para o almoço, turistas brotam de todos os lados e clientes entram e saem das lojas.

No meio de tudo isso está um gato. Usando um vistoso lenço Union Jack em volta do pescoço e cercado por uma multidão de 30 espectadores de boca aberta, Bob, o gatinho cor de laranja, sorri — é, sorri — timidamente.

Próximo a ele, está seu dono James Bowen, com seu violão surrado, cantando músicas do Oasis. Então, ele para de tocar e se abaixa para Bob: “Vamos, Bob, cumprimente!”, diz. Bob mexe os bigodes, levanta uma pata e a estende para James. A multidão assobia. 

Não é todo dia que se vê um gato sentado, calmamente, no centro de Londres, aparentemente sem se abalar com o barulho das sirenes, os carros passando e todo aquele movimento — mas Bob não é um gato comum...